19 janeiro 2007

Asas Brancas

AS MINHAS ASAS
Eu tinha umas asas brancas,
Asas que um anjo me deu,
Que, em me eu cansando da terra,
Batia-as, voava ao céu.
– Eram brancas, brancas, brancas,
Como as do anjo que mas deu:
Eu inocente como elas,
Por isso voava ao céu.

Veio a cobiça da terra.
Vinha para me tentar;
Por seus montes de tesouros
Minhas asas não quis dar.
– Veio a ambição, co'as grandezas,
Vinham para mas cortar
Davam-me poder e glória
Por nenhum preço as quis dar.

Porque as minhas asas brancas,
Asas que um anjo me deu,
Em me eu cansando da terra
Batia-as, voava ao céu.

Mas uma noite sem lua
Que eu contemplava as estrelas,
E já suspenso da terra,
Ia voar para elas,
– Deixei descair os olhos
Do céu alto e das estrelas...
Vi entre a névoa da terra,
Outra luz mais bela que elas.

E as minhas asas brancas,
Asas que um anjo me deu,
Para a terra me pesavam,
Já não se erguiam ao céu.
Cegou-me essa luz funesta
De enfeitiçados amores...
Fatal amor, negra hora
Foi aquela hora de dores!
– Tudo perdi nessa hora
Que provei nos seus amores
O doce fel do deleite,
O acre prazer das dores.

E as minhas asas brancas,
Asas que um anjo me deu
Pena a pena me caíram...
Nunca mais voei ao céu.
Almeida Garrett
Espero que esteja tudo bem...

19 dezembro 2006

FELIZ NATAL
E BOM ANO NOVO

11 outubro 2006

Filosofia...

A Filosofia
essa sabedoria
maior que a terra
maior que o Universo
os limites que tem
são os que lhe impomos

A Filosofia
essa Sabedoria
sangue de vida dos Homens
sangue de morte dos filósofos
cruzeiro dos espaços, civilizações
e dona de todos os tempos

A Filosofia
essa sabedoria
sobrevivente eterna dos conflitos
por vezes moribunda (Será que finge?)
amante furtiva dos que pensam
e amam o mundo, o seu saber

A Filosofia
essa sabedoria
cerne de tudo, cerne de nada
em que, ao entrarmos nela, aprendemos
(Como já Pessoa nos dizia)
a distinção entre o nada e coisa nenhuma

A Filosofia
essa Sabedoria
alma do Mundo, senhora suprema
acima de tudo e todos, minha rainha
sangue do pensamento, a única água
que mata a sede dos Homens

... da minha ex aluna e amiga Susana. Poema escrito na última aula de filosofia... :)
obrigado Susana

19 julho 2006

Ítaca

Quando começares a tua viagem para Ítaca
anseia por que o caminho seja longo,
cheio de aventuras, cheio de conhecimento.
Dos Lestrígones e dos Ciclopes,
do irado Posídon não tenhas medo,
nunca encontrarás coisas dessas no teu caminho,
se o teu pensamento se mantiver elevado, se um distinto
sentimento o teu espírito e o teu corpo tocar.

Os Lestrígones e os Ciclopes,o feroz Posídon não encontrarás,
se não os carregares na tua alma,
se a tua alma não tos apresentar.

Anseia por que o caminho seja longo.
Que sejam muitas as manhãs de Verão
que com tal satisfação, com tal alegria,
entrarás em portos pela primeira vez;
pára em mercados fenícios,
para adquirires as boas mercadorias,
madrepérolas e corais, âmbares e ébanos,
e perfumes inebriantes de todos os tipos,
a maior quantidade de perfumes inebriantes;
visita muitas cidades do Egipto,
para aprenderes com os sábios.

Mantém Ítaca sempre no teu pensamento.
A chegada aí é o teu propósito.
Mas não apresses de maneira nenhuma a viagem.
Melhor que dure muitos anos;
e que chegues velho à ilha,
rico com tudo o que ganhaste no caminho,
não esperando que Ítaca te dê riqueza.

Ítaca deu-te a bela viagem.
Sem ela nunca terias começado.
Mas não tem mais nada para te dar.

E se a encontrares pobre, Ítaca não te enganou.
Assim que te tornaste sábio, com tanta experiência,
terás já percebido o que as Ítacas significam.

Konstandinos Kavafis, 1910
Tradução de Carla Hilário Quevedo

Festival de Teatro Clássico em Mérida
http://www.festivaldemerida.es

06 julho 2006

Atenção: Aulas de Apoio

Durante o mês de Julho serão dadas as seguintes aulas de apoio:

Exame Nacional

14 de Julho
11 Horas
Sala A

18 de Julho
11 Horas
Sala A

Data do Exame: 20 de Julho às 09:00 horas

Exame de Equivalência à Frequência

17 de Julho
14.30 Horas
Sala 38

22 junho 2006

Atenção: Importante

  • Na próxima sexta-feira, pelas 21.00 horas no Auditório Camões, haverá uma apresentação teatral realizada pela companhia de teatro da escola onde estará presente a camarada Marta do 11A.

  • A aula de apoio para o exame nacional de filosofia será no próximo dia 28, quarta-feira, às 11 horas na sala A.

  • A aula de apoio para o exame de equivalência à frequência será no próximo dia 5 de Julho, quarta-feira, às 14.30 horas na sala 38.


Votos de bom trabalho ou férias…
Abraço
Prof. Filosofia

19 junho 2006

Mafalda Veiga

Casino do Estoril
22 de Junho de 2006
23.30 Horas
Entrada livre